quarta-feira, maio 21, 2014

Carnet de Voyage | Côte d'Ivoire

Está mesmo aí na calha a publicação do nosso diário de viagem à Costa do Marfim. Já pode ser comprado online com este botão. O preço é de lançamento e tem os portes de envio gratuitos até 12 de junho.

E como esta espera pelo livro está a ser muito longa, deixo aqui algumas páginas do interior como bónus. Não vou escrever muito sobre elas, mas já dá para abrir o apetite!

 primeiro separador do livro

uma das primeiras páginas, feita no dia da viagem

desenho da entrada na aldeia de Marandallah

na última semana lá, o grafismo dos desenhos mudou

o dinheiro da Costa do Marfim

22 comentários:

Rita Caré disse...


Finalmente o tão ansiado livro! =)
O Creme parece ser mais coerente com as páginas do livro aqui mostradas e com as do diário original e contigo...
Além disso, acho muito mais interessante que o título e os vossos nomes estejam escritos com letras manuscritas: dá-lhe um toque de intimidade. E este livro é sobre uma experiência pessoal vivida muito forte.

Pini disse...

Finalmente, está a chegar o tão aguardado livro.

Eu prefiro a capa azul, por ser mais viva, mostra mais acção e deslumbramento.

No entanto acho que o nome dos Autores deveriam ser um maiores, passam um pouco despercebidos.

Boa sorte para o lançamento.

Cumprimentos

Isabel Pinela

Pedro Loureiro disse...

Já comprei o meu!
Quanto à capa não posso opinar... É uma decisão muito pessoal... Acho que deverá reflectir a experiência de quem o viveu.

Abraço de Parabéns aos dois

Pedro M Loureiro

Tiago Cruz disse...

Muitos parabéns pela publicação! :)

Quanto à capa… creme. Mas ainda assim misturava os dois. Creme, mas com a tipografia trabalhada de forma semelhante à azul.

Abraço!

nelson paciencia disse...

Finalmente o livro da Costa do Marfim! Muitos parabéns Mário e Ketta.
A minha sincera opinião sobre as capas:

A creme - demasiado tristonha e pouco apelativa, nada condizente com os desenhos e as estórias que se vão encontrar no interior do livro. Muito pouco impactante para um potencial leitor (comprador) quando vir este livro num expositor. Não gosto do título neste tipo de manuscrito.

A azul colorida: Acho-a muito entusiasmante, com um grafismo rico e sofisticado, e que começa a contar a estória ainda antes de folhearmos o livro. Sem dúvida nenhuma, a capa de livro que gostaria de levar para a estante da minha casa.

Será desta que me sai um livro na taluda?
Abraços

LigeiramenteCanhoto disse...

Olá.

Gosto mais da capa azul. Sem dúvida.

Normalmente vou pela solução mais sóbria mas se estas duas versões estivessem na mesma prateleira duma biblioteca qualquer, era a azul que me faria pegar neste livro para o conhecer melhor. De certeza.

Parabéns.

Abraço,
Rodrigo
ligeiramentecanhoto.com

Filipe Almeida disse...

Voto creme por uma questão de gosto pessoal.

No entanto admito que nas prateleiras das lojas a azul possa ser mais apelativa, embora julgue as letras demasiado impessoais e definitivamente não gosto do fundo preto.

margarida disse...

Voto na azul.
De certeza que lhe pegava quando o encontrasse numa prateleira.
E estou ansiosa para ver melhor o que lá está desenhado.
bjs

Suzana disse...

Desejosa de ver o livro :)
Voto no azul, mais apelativo, pelo colorido e pelo que representa da cultura da Costa do Marfim, embora não goste muito do lettering...

Pedro disse...

Creme.
Cheio de expectativas.

Eduardo Salavisa disse...

Se a capa creme não fosse creme talvez fosse a minha preferida. A capa com desenhos de panos é uma boa ideia. Voto na azul.

Anónimo disse...

Finalmente o tão desejado livro.
Voto na azul por me recordar o exotismo de Africa
Amélia

m disse...

Talvez seja deformação profissional - sou arquitecta... - CREME, sem dúvida!
Ab, marta.

sal disse...

Creme

Maria João Paixão disse...

Olá Mário e Ketta
Voto na azul, por ser mais apelativa, entusiasmante e impactante, mais de acordo com a descrição através do desenho da vida nesse país africano.

Anónimo disse...

Creme :)
Ansiosa !!!

Maria João

Il Faut Aller Voir Rendez-vous disse...

Azul !

Ana Simoes disse...

Difícil a escolha ... mas voto na azul.

Richard Câmara disse...

Olá Ketta e Mário,

Sou totalmente sincero: a creme puxa por mim, porque é mais limpa, mais sóbria... Mas também acho que a capa azul está mais de acordo com o interior do livro e tema da viagem, por isso escolheria esta última.

Agora se me permitem uma conselho: eu procuraria que toda a informação textual que aparece na capa (título, sub-título, nome dos autores e da editora) estivesse toda junta, num único "bloco" regular (com dito negro), assim fazia menos interferência e tinha menos sobreposições no desenho...

E o texto na contra-capa também poderia estar num fundo preto com letras brancas. Assim terias toda a informação textual (capa,lombada e contra-capa) com a mesma lógica gráfica, com letras brancas (ou amarelas sobre negro, porque é a combinação mais nítida e que se lê melhor). E para além disso essas "manchas" negras vão dar mais brilho às cores adjacentes do desenho da capa.

Quanto à tipografia do texto, a ser manuscrita (ainda com cor branca ou amarela sobre fundo negro), eu procuraria que fosse desenhada com caracteres de "imprensa".

Com ou sem estas sugestões, escolho a capa AZUL :)

Um abraço e parabéns pela dupla aventura: viagem e edição do livro ;)

Richard Câmara

AB disse...

Nem vou inventar mais! faço minhas as palavras da Rita:
«O Creme parece ser mais coerente com as páginas do livro aqui mostradas e com as do diário original e contigo... »

Marco António Costa disse...

O creme, mas com a tipografia em caixa do azul!

Mário Linhares disse...

Estão fechadas as votações.
O livro fica pronto esta semana e foi a capa azul que ganhou!

Obrigado a todos. O sorteio do livro para um dos votantes será feito em breve e anunciado no blogue.