domingo, janeiro 29, 2012

Diário Gráfico: Portugal

Há pessoas com quem criamos uma empatia tão fácil que nem sabemos explicar porquê.
Neste dia, na viagem de comboio, estava mortinho por desenhar a senhora cabo verdiana. Toda ela me atraía e não queria deixar passar a oportunidade de a desenhar.
Para mal dos meus pecados, sempre que olhava para ela, ela olhava de frente para mim e eu ficava intimidado...
... de repente, agarrou-se ao telemóvel e começou a escrever uma mensagem.
Foi a minha salvação!
Graças ao dispositivo electrónico que permite escrever e telefonar, a senhora cabo verdiana de idade avançada ficou no meu diário gráfico!!

2 comentários:

CNXY disse...

It,s so nice! Lovely!!

Mário Linhares disse...

Conxy. Obrigado pela visita e comentário!