sábado, janeiro 25, 2014

Pantógrafo humano



Ao contrário do que se possa pensar, a maioria das vezes são os alunos e as turmas que puxam por nós para os levarmos a experimentar o desenho em territórios onde nunca imaginariam...

1 comentário:

Rodrigo disse...

Tentámos desenhar com uma corda à distância, mas o resultado era irreconhecível. Acabámos por atar as mãos, e os erros são mais controlados.
A "cópia" faz lembrar um desenho cego.