segunda-feira, novembro 06, 2017

O caderno como oficina de excelência

Registo privado de Margarida Baptista misturado com apontamentos da disciplina de Português, 2012.


É esta quarta feira, dia 8 de novembro, pelas 11h, na Faculdade de Belas-Artes que irei defender a minha tese de mestrado. Aqui está um parágrafo que pode ajudar a decidir se querem ir assistir à defesa:

Pretende-se mostrar como o caderno escolar, objeto ancião no registo da aprendizagem, pode ser utilizado de forma simples e única para todas as disciplinas no formato de caderno-oficina. A sua utilização aparentemente caótica no início, depois de organizada, promove a criatividade e interligação entre as diferentes áreas, mostrando como os saberes se complementam em lugar de se compartimentarem, como acontece na utilização do dossier.

Curiosos? 
Apareçam!

4 comentários:

nelson paciencia disse...

Quem me dera poder ir. Mas a essa hora vai ser bem complicado. Desejo que tudo corra pelo melhor.

Filipe Pinto disse...

Keep cool que de certeza que vai tudo correr bem.

Ricardo Sapina Santos disse...

Mesmo que quisesse, não era possivel, pois aainda estou em Luanda. Mas o neu caderno de anotações das reuniões em clientes é essa amalgama de todos os saberes, que depois faz a EDUdigital ;)

Ana Crispim disse...

Mário,SIM! Gostava muito de ir.Obrigada pelo convite!!!