terça-feira, setembro 22, 2015

Shari Blaukopf Singapore watercolors

O trabalho da Shari em aguarela é tão bom que não podia desperdiçar a oportunidade de a ver a trabalhar e aprender com ela.


O primeiro exercício passava por compreender bem as manchas de maior luz, maior sombra e tons intermédios. Primeiro um esboço rápido a lápis e depois só com tons de azul. Muito interessante a forma como ela marca os brancos e como simplifica tudo em três layers de aguarela.


Depois dos estudos, teríamos de nos lançar a uma perspectiva mais complexa e usar as cores. "Começar pelos fundos e terminar nos negros" poderia ser o resumo sintético do workshop dela. No final ainda houve tempo para uns salpicos. Afinal de contas estávamos em Singapura! 

3 comentários:

Ana Crispim disse...

Gosto muito... lindas cores!!!

teresa ruivo disse...

Este último desenho está inqualificável, Mário...Não encontro os adjectivos certos...

Tiago Cruz disse...

Singapura sem salpicos é como o Porto sem francesinha!! :D