domingo, novembro 02, 2008

Diário Gráfico: Guiné-Bissau | Graphic Diary: Guinea-Bissau



Um dia, depois de ter dado uma aula de Português, cheguei à missão e sentei-me num dos bancos do Centro de Recuperação Nutricional. Tirei o meu diário gráfico e procurei algo para desenhar. As crianças seriam o ideal, mas mexiam-se tanto que tive medo de arriscar um desenho tão fugaz...
Olhei com atenção o que me rodeava até que finalmente encontrei o tema certo: a balança para pesar as crianças!

Eram raras as crianças que não choravam e berravam quando eram colocadas naquele pedaço de tecido devidamente cosido para ficar uma perna para cada lado. Agarravam-se à fita como se o mundo fosse acabar amanhã! Era um desespero... parecia que o facto de ficarem suspensas lhes alterava o metabolismo... de alguma forma deviam sentir-se inseguras...
Algumas das mais velhas já não estranhavam tanto... até alguns sorrisos esboçavam!

O Centro de recuperação Nutricional tem uma primeira fase de atendimento onde as crianças são pesadas nesta balança da Unicef, sendo registado depois um percentil que relaciona o peso com a idade da criança. Numa segunda fase a criança é também medida e efectua-se um registo da evolução do seu peso em relação a 15 dias antes.



O percentil é encontrado a "olho" recorrendo apenas a uma régua para um mínimo rigor. Quando vi esta situação comprometi-me a enviar uma máquina calculadora gráfica que conseguisse dar o percentil correcto. Já falei com uma amiga que se comprometeu a resolver esta situação. Espero enviar, agora no início de Novembro, a máquina calculadora e respectivas instruções de manuseamento.

Um pouco do que aprendi em Empada:

- quando uma criança tem um percentil abaixo dos 60%, significa que está numa situação de subnutrição grave e deve comer todos os dias uma papa especial que a Caritas Internacional envia;

- se o percentil estiver entre os 60% e os 80%, a criança está numa situação de subnutrição e deve comer todos os dias a papa que o PAM (Programa Alimentar Mundial) envia;

- acima dos 80% a criança é considerada reabilitada.

3 comentários:

Anónimo disse...

Somos alunos da Escola Secundária Infanta D. Maria em Coimbra e frequentamos o 12.º ano de Humanidades.
Visto que pretendemos participar no concurso Del8, ser-nos-ía muito útil o seu conhecimento de Empada e algum apoio.
Gostaríamos, se possível, que nos contactasse... deixamos o e-email do grupo de trabalho (sementes_do_futuro@hotmail.com).

ketta disse...

Quando oiço falar do Centro de Recuperação Nutricional, a minha memória leva-me a recordar todas as crianças que conheci ali, enquanto ajudava a Irmã Franca. Felizmente tenho uma boa memória para associar os nomes às caras...

Mas neste momento quero recordar-me apenas de uma delas... chama-se Arafam...

Não vos vou contar absolutamente nada sobre ela, apenas quero deixar aqui o seu nome para que cada um possa imaginar a sua história...

Jovens Amnistisiados disse...

Antes de mais... Parabéns. Parabéns pela vossa preocupação e pelo vosso empenho. Sendo mais nova, vejo-vos um pouco como um exemplo a seguir, mesmo não fazendo a mínima ideia de quem são. Mas aquilo que vejo e leio por aqui basta-me.

Obrigada. Muito obrigada por fazerem alguma coisa, por quererem mudar as coisas.

E o projecto DEL8 é o mais valia para a Humanidade. Sem dúvida que, hoje, são mais os jovens interessados e dedicados em fazer face às injustiças e a combater pelos Direitos Humanos.

Continue a mostrar-nos como é Empada... Já consegui despertar em nós uma enorme vontade de ajudar. E penso que este é o principal objectivo.

Cumprimentos