segunda-feira, novembro 17, 2008

Fotografia: Guiné-Bissau | Photography: Guinea-Bissau


Acho que esta é uma das fotografias, das que tirei na Guiné, que gosto mais. Foi tirada no dia 28 de Julho de 2008 e tinha chegado à Guiné no dia anterior. Depois de uma noite cheia de humidade e calor, tomámos o pequeno almoço e saímos para Empada por volta das 9 da manhã.

Depois de muitos quilómetros de viagem chegámos a uma terra chamada Bambadinca onde há sempre muito comércio. Parámos para comprar batata doce (em Empada não há) e algumas mangas. Assim que o carro parou, as nossas janelas foram preenchidas por crianças a vender mangas, caju, batata doce, milho assado, bananas (tenho-me esquecido de fazer referência às bananas, que existem com alguma abundância por ali) e de repente, todo aquele cenário se transformou em algo inédito que me levou a tirar a máquina fotográfica. Várias crianças apareceram a rir, mas esta ficou assim... com aquele olhar sério...

... por momentos senti-me estranho... como se estivesse a invadir a privacidade dela... como se não tivesse o direito de lhe tirar esta fotografia...
... tinha vontade de comprar caju e mangas, mas ainda nem tinha francos no bolso... só uns euros em moedas. Nada feito. O jipe arrancou sem que eu tivesse comprado nada, mas logo a Ir.ª Anistalda nos mostrou as bananas que tinha comprado "lá fora" para enganar o estômago...

... arrancámos... mas aquele olhar ficou...


3 comentários:

Cristiana disse...

Como me entristece ver os olhos vagos e sem esperança da criança da fotografia. Ao ler o seu texto senti uma forte vontade de poder ter vários francos e poder comprar toda a fruta possível a todas a essas crianças que sofrem e trabalham na esperança de um dia melhor que nunca chega.

Cristiana disse...

Como me entristece ver os olhos vagos e sem esperança da criança da fotografia. Ao ler o seu texto senti uma forte vontade de poder ter vários francos e poder comprar toda a fruta possível a todas a essas crianças que sofrem e trabalham na esperança de um dia melhor que nunca chega.

Anónimo disse...

"I have a dream" disse Martin Luther King. O meu sonho e ter imenso dinheiro para ajudar quem necessita