quinta-feira, maio 05, 2016

Ligar o céu e a terra


Ligar o céu e a terra no mesmo desenho.
Dito assim, e sendo o título de um exercício, o mais óbvio seria desenhar a terra e o céu...
Mas não, o que liga o céu só podem ser as pessoas e não a linha do horizonte...
Entre os vários textos de apoio estava este:

Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.
Álvaro de Campos

Depois de desenhar o Sr. Manuel da Cunha, no mesmo banco, a apanhar Sol, estavam estes homens todos. Foi um fartote de ligações entre o céu e a terra, entre todos os sonhos do mundo... que nada significavam, mas que tudo significavam...

4 comentários:

Ana Simoes disse...

Brutal !

Henrique Vogado disse...

Gosto muito da ligação do texto ao desenho. Com posições entre a humildade e a descontração, todos olham de baixo para cima, ligando o céu e a terra.
Gosto da busca que fazes para retirar "mais sumo" de expressões que parecem comuns. Abraço.

Ana Crispim disse...

Que bom Mário tantas publicações... Lendo as tuas propostas e os desenhos relacionados sinto-me mesmo pequenina. Surpreendes-me sempre. E parece tudo tão óbvio quando explicas a ligação com os desenhos...fico a pensar... CLARO...mas como é que não me lembrei disto!!!

Mário Linhares disse...

Obrigado!
Tem sido uma descoberta que tenho tido o prazer de partilhar com tantas pessoas...